Últimas Publicações

Anúncios


Churrasqueira também é uma opção para quem mora em apartamento

Aproveitar o domingo à beira da churrasqueira é uma ótima escolha para confraternizar com a família e amigos. Mas, é preciso ter alguns cuidados

Ter churrasqueira já deixou de ser um privilégio apenas das pessoas que moram em casa e hoje é também uma opção para quem vive em apartamento. Além disso, elas saíram dos tradicionais salões de festas, das áreas de convivência, e passaram a ser disponibilizadas nas sacadas da maioria dos condomínios.

Até mesmo as unidades dos prédios mais antigos podem ser adaptadas para receber a estrutura. Mas isso vai depender se as normas do condomínio permitem que ela seja instalada na varanda e se o empreendimentotem condições de receber a obra.

Por se tratar de uma área que normalmente é aberta e pode incomodar os demais moradores, o uso desse espaço requer alguns cuidados.

De acordo com o síndico Alexandre João de Souza, que há seis anos comanda o Residencial Max Village, em São José, a utilização das churrasqueiras nas varandas é orientada pelo bom senso dos moradores.

“Não há regras para o uso nas unidades, apenas indicamos para que não seja feita a queima de lixo, já que isso gera muita fumaça e o nosso espaço não foi projetado para tal. A única proibição é em relação a churrasqueiras portáteis - com exceção das elétricas - que precisam ser instaladas abaixo do parapeito da sacada”, explica.

O sindico Alexandre João de Souza explica que no Residencial Max Village não é permitido o uso de churrasqueiras portáteis a gás nas varandas.

Mesmo sendo o motivo de algumas reclamações entre vizinhos, Alexandre diz que nunca enfrentou problemas sérios por fumaça ou qualquer outro tipo de desrespeito com a coletividade. No total, ele é o responsável por administrar 280 apartamentos, divididos em quatro blocos, sendo que algumas dessas unidades não foram projetadas com churrasqueira na varanda.

Outra opção para os moradores é a utilização dos espaços nas áreas de convivência desde que cumpram algumas regras: o espaço deve serreservado com antecedência, ao pagamento de uma taxa de aproximadamente R$ 47, e pode ser utilizadosomente até a meia noite.

No Victoria Residence, também em São José, administrado pelo síndico Ronaldo de Moura Ferro, a sistemática é bem parecida. O síndico está em sua segunda gestão e nunca precisou intervir pelo mau uso das churrasqueiras, tanto nas sacadas quanto no salão de festas.

“No nosso regimento interno não temos nenhuma regulamentação sobre o uso das churrasqueiras, então o que prevalece é a Lei do Silêncio, das 22h às 8h. Até agora deu certo, já que moro no prédio desde a sua instalação e nunca ouvi falar em discórdias por motivo de cheiro e fumaça. E agora, ainda estamos estudando a instalação de exaustores eólicos nas saídas das chaminés para auxiliar na saída da fumaça. Isso vai evitar qualquer possível incômodo no futuro”, comenta.

O condomínio é dividido em duas torres com 90 unidades cada, em um total de mais ou menos 400 moradores.
Exaustores

Existem diversas empresas no mercado especializadas na instalação de churrasqueiras, que executam o serviço de maneira rápida e prática. De acordo com Fernando Zeferino, especialista no assunto, além da tradicional a carvão, os condomínios ainda podem optar por utilizar as elétricas ou a gás.

E como dica para resolver qualquer problema com a fumaça do churrasco, ele indica a instalação de um exaustor para puxar a fumaça localizada na parte mais baixa do duto e a impulsionar para cima, na direção da saída de ar. Desse jeito, ela é eliminada mais fácil através da chaminé.

“O uso de churrasqueira a carvão ou a gás sempre irá produz uma fumaça desagradável. E o que era para ser eliminado naturalmente pela chaminé pode acabar invadindo o interior da unidade. Por isso, a instalação de um sistema de exaustão é fundamental para dispersar o cheiro e manter o ar mais puro e agradável no local, eliminando ainda o ar quente gerado pelo fogo”, comenta Fernando.

Alguns exaustores para churrasqueira são simples e de fácil instalação, mas no caso dos condomínios o especialista recomenda montar um conjunto de churrasqueiras interligadas por chaminés secundárias, com uma chaminé central para eliminar a fumaça. Com isso, os exaustores serão instalados na parte mais alta da estrutura.